CURSO PÓS-GRADUADO EM DIREITO DA CONTRATAÇÃO PÚBLICA

 

O Instituto de Ciências Jurídico-Políticas, numa parceria renovada com o Instituto Europeu e com o Instituto de Direito Economico, Financeiro e Fiscal, desenvolverá um Curso de Pós-graduação, composto por três módulos, que pretende promover o conhecimento e aprofundamento do Direito da contratação pública numa perspetiva transversal que cruza o enquadramento da matéria no Direito Internacional, no Direito da União europeia e no Direito nacional, procurando estabelecer uma intersecção do Direito administrativo da contratação pública, do Direito económico e financeiro e do Direito da concorrência.

No módulo I -  Direito Internacional e Direito da União Europeia -   pretende‑se estudar a contratação pública no plano internacional, nomeadamente no contexto da Organização Mundial do Comércio – possibilitando a discussão de diversos casos suscitados a este nível e sabendo-se que, no ano de 2014, foi aprovada uma nova versão do Acordo sobre Contratos Públicos – bem como apreciar o fenómeno da contratação pública à luz do Direito da União Europeia – como seja face aos princípios gerais de Direito da União Europeia ou às importantes relações com o Direito da Concorrência – o que se revela determinante para quem quiser lidar com a contratação pública a nível nacional.

O Módulo II - o Direito administrativo da Contratação pública – abordará essencialmente o regime previsto no Código dos contratos públicos. A recente revisão do Código, aprovada pela Lei n.º 30/2021, de 21 de março e que entra em vigor a 21 de junho de 2021 introduz extensas alterações ao CCP tendo em vista simplificar, desburocratizar e flexibilizar os procedimentos de contratação pública e o regime substantivo dos contratos administrativos e dos contratos públicos corrigindo algumas opções menos felizes e clarificando equívocos e aspectos ambíguos introduzidos com a revisão do Código em 2017. Merecem especial realce ao nível do regime da contratação pública: os critérios de escolha do procedimentos de ajuste directo e de consulta prévia e as novas situações de impedimento de entidades a convidar; a possibilidade de reserva de contratos a determinadas entidades, mormente, através de regras de preferência territorial para dinamização do tecido empresarial local; as medidas de  simplificação de  procedimentos concorrenciais; o restabelecimento, com clarificações, do modelo originário de suprimento de erros e omissões; admissibilidade de adjudicação a propostas que violem o preço base; clarificações ao nível do critério de adjudicação e do modelo de  análise das propostas; novidades em matéria de habilitação, caução e celebração do contrato.

No que concerne ao regime substantivo, será dado especial enfâse à clarificação da figura do gestor do contrato, ao novo regime de modificação, de cessão da posição contratual, de subcontratação e de invalidade dos contratos públicos e dos contratos administrativos e à extensão do âmbito aplicativo do regime substantivo dos contratos administrativos aos contratos públicos nestes domínios, bem como ao regime geral de aplicação de sanções, regras sobre cumprimento e incumprimento e extinção do contrato.

A Lei n.º 30/2021, de 21 de março veio também aprovar um conjunto de medidas especiais de contratação pública para determinados projetos financiados ou cofinanciados por fundos europeus, de habitação e descentralização, de tecnologias de informação e conhecimento, de saúde e apoio social, de execução do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) e do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), de gestão de combustíveis no âmbito do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais (SGIFR) e de bens agroalimentares. Estas medidas especiais  passam por submeter todos ou alguns tipos de contratos públicos, consoante os casos, a procedimentos simplificados de concurso público e concurso limitado por prévia qualificação,  com redução dos prazos de apresentação das propostas e candidaturas, a procedimentos de consulta prévia simplificada e de ajuste prévio simplificado, a que acrescem medidas de dispensa de fundamentação e de prestação de caução, regras destinadas a desconsiderar impedimentos resultantes de situação contributiva e tributária não regularizada, redução prazos audiência prévia e de impugnação administrativas e sujeição a uma disciplina especial de fiscalização prévia e de fiscalização concomitante pelo Tribunal de Contas.

Por sua vez, o módulo de Direito Económico e Direito Financeiro visa estudar áreas conexas da contratação pública, como sejam as que se relacionam com o relevante papel desempenhado pelo Tribunal de Contas, a relação entre a decisão financeira e a decisão de contratar, as parcerias público-privadas e outros aspectos económicos e financeiros sem os quais dificilmente se poderá ter uma compreensão global da contratação pública.

Tal como em anteriores edições do Curso de Pós-Graduação sobre Direito dos Contratos Públicos, nesta edição privilegiar-se-á uma abordagem prática, com a análise de casos de estudo, de jurisprudência e de textos de contratos em concreto, contando, para tal, com a participação de diversos especialistas, incluindo académicos, advogados e magistrados.

São destinatários deste curso todos aqueles que trabalhem no âmbito em contratação pública, essencialmente juristas - magistrados, advogados ou funcionários da Administração Pública -, mas também pessoas com outras formações que desenvolvam a sua atividade profissional nesta área, tão relevante do ponto de vista económico-social e juridicamente complexa.

 

 

12 de outubro

18:00 - 19:30 / 1ª sessão - Apresentação do curso

  • Nuno Cunha Rodrigues
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
  • Ana Gouveia Martins
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 2ª sessão - Contratação Pública e organizações internacionais (MDB -Multilateral Development Banks)

  • João de Almeida
    Consultor do Banco Mundial

 

14 de outubro

18:00 - 19:30 / 3ª Sessão - A Organização Mundial do Comércio e a contratação pública

  • Pedro Infante Mota
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 4ª sessão - O Acordo sobre Contratos Públicos

  • Pedro Infante Mota
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

19 de outubro

18:00 - 19:30 / 5ª sessão - Direito da União Europeia e aplicação das regras relativas à contratação pública

  • Maria Luísa Duarte
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 6ª sessão - Direito da União Europeia originário e contratação pública. Em especial os princípios da concorrência, da publicidade e da transparência, da igualdade de tratamento e da não-discriminação

  • Claúdia Viana
    Professora da Escola de Direito da Universidade do Minho

 

21 de outubro

​​​​​​​18:00 - 19:30 / 7ª sessão - Acordos comerciais preferenciais e contratação pública. O acesso de países terceiros à contratação pública na União Europeia e políticas de reciprocidade

  • Renato Gonçalves
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

 

21 de outubro

19:45 - 21:00 / 8. ª sessão - Âmbito aplicativo do regime da contratação pública:

a) As “entidades adjudicantes”: três categorias de entidades adjudicantes para três níveis de intensidade dos regimes de contratação pública aplicáveis

b) Os contratos abrangidos: “contratos públicos”, identificados a partir do interesse concorrencial das respetivasprestações

c) Os contratos excluídos da Parte II do CCP: artigos 4.º, 5º, e (em parte) 6.º-A.

d) O regime da“contratação excluída”doartigo5.º-B.

  • Pedro Sánchez
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa Advogado na Sérvulo & Associados

 

26 de outubro

18:00 - 19:30 / 9ª sessão - A contratação excluída (cont.) −As exclusões relacionadas com a contratação interadministrativa (em particular, a contratação in-house e a cooperação entre entidades públicas)

  • Mark Bobela-Mota Kirkby
    Mestre em Direito, Advogado na Sérvulo & Associados

19:45 - 21:00 / 10ª sessão - A preparação dos procedimentos: o anúncio de pré-informação ou anúncio periódico indicativo, a consulta preliminar ao mercado, a decisão de contratar, as medidas tendentes a identificar e impedir os conflitos de interesses e o júri do procedimento, serviços da entidade adjudicante e peritos.

  • Miguel Assis Raimundo
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado

 

28 de outubro

18:00 - 19:30  / 11ª sessão - A decisão de adjudicação em lotes. A decisão de escolha do procedimento e os critérios de escolha: critérios relativos ao valor do contrato, breve referência aos critérios materiais (remissão) e outros critérios especiais. Em especial, a contratação de prestações do mesmo tipo em diferentes procedimentos e os contratos mistos.

  • Miguel Assis Raimundo
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado

19:45 - 21:00  / 12ª sessão - Peças do procedimento. Parâmetros base e aspectos da execução do contrato não submetidos à concorrência mediante a fixação de limites máximos e mínimos. O regime do preço base e do preço ou custo anormalmente baixo.

  • José Duarte Coimbra
    Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

2 de novembro

18:00 - 19:30 / 13ª sessão - Regime dos esclarecimentos, retificação e alteração das peças procedimentais. Regime dos erros e omissões e responsabilidade do cocontratante. A sanação da nulidade do caderno de encargos do contrato de empreitada de obras públicas.

  • Marco Fernandes Caldeira
    Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado na Vieira de Almeida e Associados

19:45 - 21:00  / 14ª sessão - A candidatura e a proposta: aspetos materiais e formais. O documento europeu único de contratação pública. Catálogos eletrónicos. Impedimentos e causas de relevação dos impedimentos.

  • Jorge Pação
    Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

4 de novembro

18:00 - 19:30 / 15ª sessão - Causas de exclusão das propostas. Regime de esclarecimentos e suprimento de irregularidades das propostas e candidaturas: formalidades não essenciais e erros evidentes.

  • Pedro Sánchez
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado na Sérvulo & Associados

19:45 - 21:00 / 16ª sessão - Critério de adjudicação, fatores e subfactores de densificação e avaliação de propostas.

  • Luís Verde de Sousa
    Mestre em Direito, Assistente na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra
    Advogado

 

9 de novembro

18:00 - 19:30 / 17ª sessão - A contratação estratégica e seus reflexos. A inclusão de critérios sociais na contratação pública. Contratos reservados e promoção da economia local.

  • Nuno Cunha Rodrigues
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 18ª sessão - A contratação estratégica: a sustentabilidade ambiental.

  • Raquel Carvalho
    Professora da Escola de Direito da Universidade católica do Porto

 

11 de novembro

18:00 - 19:30 / 19ª sessão - Notificação da adjudicação. Anúncio da adjudicação. Anúncio voluntário de transparência. Habilitação. Caução. Celebração do contrato.

  • Margarida Olazabal Cabral
    Mestre em Direito
    Advogada na Morais Leitão, Galvão Teles
    Soares da Silva & Associados

19:45 - 21:00 / 20ª sessão - Decisão de não adjudicação. Caducidade da adjudicação.

  • Pedro Moniz Lopes
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

16 de novembro

18:00 - 19:30 / 21ª sessão - O procedimento de consulta prévia e o ajuste direto: critérios de escolha em função do valor do contrato e critérios materiais. Os critérios de escolha especiais em função do tipo de contrato e entidade adjudicante.

  • Marco Caldeira
    Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado na Vieira de Almeida e Associados

19:45 - 21:00 / 22ª sessão - O procedimento de consulta prévia e o ajuste direto: regime procedimental.

  • Bernardo Azevedo
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra
    Advogado na Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados

 

18 de novembro

18:00 - 19:30 / 23ª sessão - O concurso público: critérios de escolha e regime procedimental. A eventual fase de negociação e o concurso público urgente.

  • Jorge Pação
    Assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 24ª sessão - O concurso limitado. Os modelos de avaliação da capacidade técnica e/ou financeira. O aproveitamento da capacidade de terceiros. Tramitação.

  • Ana Gouveia Martins
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

23 de novembro

18:00 - 19:30 / 25ª sessão - O procedimento de parceria para a inovação. Delimitação face ao procedimento de negociação e diálogo concorrencial e regime procedimental. Os contratos com forte componente de inovação. Procedimentos pré-contratuais de contratos públicos de serviços sociais e de outros serviços específicos.

  • Domingos Soares Farinho
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogado

19:45 - 21:00 / 26ª sessão - Sistemas de aquisição dinâmicos. Acordos-quadro e compras vinculadas.

  • Cláudia Monge
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Advogada na BAS

 

25 de novembro

18:00 - 19:30 / 27ª sessão - As medidas especiais de contratação pública.

  • Pedro Gonçalves
    Professor da Faculdade de Direito Da Universidade de Coimbra
    Advogado na Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados

19:45 - 21:00 / 28ª sessão - A fiscalização das medidas especiais: o papel do Tribunal de Contas, nomeadamente em sede de fiscalização prévia e da Comissão Independente.

  • Fernando Silva
    Juiz-Conselheiro do Tribunal de Contas

 

30 de novembro

18:00 - 19:30 / 29ª sessão - Âmbito de aplicação do regime substantivo da Parte III do CCP. A utilização do contrato administrativo. Poderes de conformação contratual.

  • Maria João Estorninho
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 30ª sessão - O gestor do contrato.

  • Tiago Serrão
    Assistente convidado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

2 de dezembro

​​​​18:00 - 19:30 / 31ª sessão - Invalidade e ineficácia dos contratos públicos.

  • Maria João Estorninho
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 32ª sessão - A modificação objetiva dos contratos: regime geral.

  • Ana Gouveia Martins
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

7 de dezembro

​​​​18:00 - 19:30 / 33ª sessão - A modificação fundada na necessidade de trabalhos e prestações complementares.

  • Licínio Lopes Martins
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

19:45 - 21:00 / 34ª sessão - Cessão da posição contratual, subcontratação e outras formas de transmissão das obrigações contratuais.

  • Mafalda Carmona
    Professor da Faculdade de Direito de Lisboa
    Advogada na Cuatrecasas Gonçalves Pereira & Associados

 

9 de dezembro

​​​​18:00 - 19:30 / 35ª sessão - O regime dos contratos de concessão.

  • Lino Torgal
    Advogado na Garrigues

19:45 - 21:00 / 36ª sessão - Cumprimento e Incumprimento dos contratos.

  • Ana Gouveia Martins
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

14 de dezembro

​​​​18:00 - 19:30 / 37ª sessão - Extinção dos contratos.

  • José Luís Moreira da Silva
    Mestre em Direito
    Advogado na SRS Advogados

19:45 - 21:00 / 38ª sessão - Arbitragem, Regulação, governação e regime sancionatório da contratação pública.

  • João Tiago Silveira
    Professor da Faculdade de Direito de Lisboa

 

16 de dezembro

18:00 - 19:30 / 39ª Sessão - Contratação pública no setor da defesa no Direito da União Europeia

  • Marco Capitão Ferreira
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 40ª Sessão - Contratação Pública e endividamento público

  • Marco Capitão Ferreira
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

4 de janeiro

18:00 - 19:30 / 41ª Sessão - A articulação entre a contratação pública e o direito da concorrência

  • Nuno Cunha Rodrigues
    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

19:45 - 21:00 / 42ª Sessão - Decisão de contratar e decisão financeira

  • André Marçalo
    Assistente convidado da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

 

6 de janeiro

18:00 - 19:30 / 43ª Sessão - Conceito e enquadramento orçamental e contabilístico das Parcerias Público-Privadas e Parcerias Público-Públicas

  • Nazaré da Costa Cabral
    Professora da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
    Presidente do Conselho de Finanças Públicas

19:45 - 21:00 / 44ª Sessão - Parcerias público-privadas: em particular a modificação e distribuição do risco nas Parcerias Público-Privadas

  • Pedro Melo
    Mestre em Direito
    Advogado na PLMJ

 

11 de janeiro

18:00 - 19:30 / 45ª Sessão - Parcerias público-privadas: em particular o reequilíbrio Financeiro nas Parcerias Público-Privadas e nas Parceiras Público- Públicas

  • Sérgio Gonçalves do Cabo
    Mestre em Direito
    Advogado

19:45 - 21:00 / 46ª Sessão - O papel do Tribunal de Contas na Fiscalização dos Contratos Públicos

  • Alexandra Pessanha
    Mestre em Direito
    Assistente convidada da Faculdade de Direito de Lisboa

 

13 de janeiro

18:00 - 19:30 / 47ª Sessão - A prevenção da corrupção na contratação pública

  • José Tavares (a aguardar confirmação)
    Juiz-Conselheiro do Tribunal de Contas

19:45 - 21:00 / 48ª A regulação na contratação e as orientações técnicas do IMPIC

  • Fernando Batista
    Presidente do IMPIC

 

Catálogo

De 2021-10-12 a 2022-01-13
ICJP - Plataforma Zoom
2021-10-12T00:00:00 2022-01-13T00:00:00 Europe/Lisbon CURSO PÓS-GRADUADO EM DIREITO DA CONTRATAÇÃO PÚBLICA De 12 de Outubro de 2021 a 13 Janeiro de 2022, online, na plataforma Zoom FDUL ICJP

 

Coordenadores gerais:

  • Prof. Doutor Eduardo Paz Ferreira
  • Prof.ª Doutora Maria João Estorninho

 

Coordenadores:

  • Prof. Doutor Nuno Cunha Rodrigues
  • Prof.ª Doutora Ana Gouveia Martins
     

Organização:

 

Com o apoio:
Programa Erasmus+ - Jean Monnet

 

Documentação

black