Estudos sobre o Constitucionalismo no Mundo de Língua Portuguesa. Vol. II – Brasil e Portugal

Publicado em Qua, 09/05/2018 - 19:13

Foi publicada, pela AAFDL Editora, a obra Estudos sobre o Constitucionalismo no Mundo de Língua Portuguesa. Vol. II – Brasil e Portugal, com organização do Professor José Melo Alexandrino. Com origem na investigação produzida na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, no âmbito do Mestrado em Direito e Ciência Jurídica e em articulação com a linha de investigação em Direito Público Lusófono do CIDP, o livro oferece ao leitor interessado uma visão comparativa sobre alguns dos elementos fundamentais e dos rumos do constitucionalismo brasileiro e do constitucionalismo português, alargando o horizonte do conhecimento acerca destes dois sistemas constitucionais, mas suscitando igualmente importantes reflexões sobre múltiplos problemas da actualidade.

 

Introdução: aqui

Mais informações: página da publicação

1.  Na sequência do Comunicado da Universidade de Lisboa e do ...

O Professor Doutor Carlos Blanco de Morais foi reeleito Presidente do Grupo de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa pelos professores do...

O ICJP realizou uma formação “à medida” para o Serviço do Provedor de Justiça de Cabo Verde, nas matérias de Direito Administrativo e Direito do Urbanismo, envolvendo temáticas...

O CIDP – Centro de Investigação de Direito Público foi responsável pela organização de quatro workshops de formação para magistrados sobre implementação do Direito da...

 

O ICJP participa e apoia o Curso de Direito Internacional Público, que terá início na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, que decorrerá nos próximos dias 14 e 15 de Novembro...

A DGPJ pretende constituir uma lista de interessados tendo em vista o recrutamento de juristas para, em comissão de serviço de dois anos, eventualmente renovável, exercerem funções como...

A Professora Doutora Ana Maria Guerra Martins, investigadora principal do Centro de Investigação de Direito Público (CIDP), foi eleita no dia 2 de outubro de 2019 como a próxima...

Páginas

black