Contratação de bolseiro de gestão de ciência e tecnologia

Publicado em Ter, 15/05/2018 - 01:57

Aviso de abertura de concurso para atribuição de bolsa de gestão de ciência e tecnologia
 

Resumo do anúncio

Determina-se a abertura de concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia no âmbito do CIDP – Centro de Investigação de Direito Público do Instituto de Ciências Jurídico-Políticas e da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (unidade de I&D n.º 4310), adiante também designado por CIDP, com o apoio financeiro da FCT/MCTES através de fundos nacionais (PIDDAC), ao abrigo do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia, aprovado pela Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto e alterado pelo Decreto-Lei n.º 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei n.º 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei n.º 89/2013, de 9 de Julho e Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT em vigor, e do Regulamento de Bolsas da Universidade de Lisboa, publicado no Diário da República n.º 120, II.ª série, de 23 de junho de 2015.

A bolsa terá a duração de 12 meses, prorrogáveis por igual período, até ao limite de 60 meses, dependendo do efetivo financiamento pela FCT e do nível adequado de desempenho do bolseiro, e até ao limite de duração do projeto, para o desenvolvimento de projetos científicos e académicos concebidos pelo CIDP.

 

Texto do anúncio

1. Domínio científico

Ciências Sociais, História, Línguas e Literaturas, Filosofia, Ciências Exatas, Engenharia e Tecnologia.
 

2. Requisitos de elegibilidade

Detenção do grau de Licenciado nos domínios referidos em I ou em outros domínios conexos com as funções a desempenhar.
 

3. Legislação e regulamentação aplicável

Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pela Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto e alterado pelo Decreto-Lei n.º 233/2012, de 29 de outubro e pela Lei n.º 12/2013, de 29 de janeiro e pelo Decreto-Lei n.º 89/2013, de 9 de julho e Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT em vigor (www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT.pdf).
 

4. Duração da bolsa

A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto a 1 de julho de 2018 prorrogáveis por igual período, até ao limite de 60 meses, dependendo do efetivo financiamento pela FCT e do nível adequado de desempenho do bolseiro na prossecução dos objetivos fixados, nos termos do presente anúncio, até ao limite de duração do projeto.
 

5. Valor do subsídio de manutenção mensal

O montante da bolsa corresponde a 900 euros (novecentos euros) conforme tabela de valores das bolsas fixadas no Regulamento de Bolsas de Investigação da Universidade de Lisboa, publicado em Regulamento de Bolsas da Universidade de Lisboa, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 120, de 23 de junho de 2015, (www.fct.pt/apoios/bolsas/valores), sendo os pagamentos efetuados mensalmente por transferência bancária. A este valor acresce o pagamento de um seguro de acidentes pessoais. Os bolseiros podem assegurar o exercício do direito à segurança social, apenas mediante a adesão ao regime do seguro social voluntário, nos termos previstos no Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei n.º 40/2004 de 18 de Agosto, assumindo o CIDP os encargos resultantes das contribuições previstas nesse estatuto.
 

6. Instituição de acolhimento e orientação científica

Os trabalhos serão desenvolvidos no CIDP, sob a orientação científica do Professor Doutor Carlos Blanco de Morais.
 

7. Plano de trabalhos

Os trabalhos serão desenvolvidos no âmbito do CIDP. O bolseiro deverá apresentar um projeto que atinja os seguintes objetivos:

a)   Apoio às atividades científicas do CIDP, designadamente à organização, calendarização e acompanhamento de projetos científicos, académicos e editoriais;

b) Gestão documental de informação de referência, sua circulação e disseminação no âmbito de grupos de trabalho, sendo valorizada experiência demonstrada na Faculdade;

c)   Procura, sistematização e divulgação de oportunidades de financiamento em diferentes áreas estratégicas, designadamente através dos programas da FCT, Horizonte 2020 e outras iniciativas europeias e internacionais;

d) Procura, sistematização e divulgação de oportunidades e parcerias com outras instituições de ensino superior, centros de investigação, fundações, empresas e entidades públicas em diferentes áreas estratégicas;

e)   Preparação de candidaturas internacionais a projetos de investigação, de investigação por contrato e de procedimentos de acreditação;

f)   Outras atividades de apoio à internacionalização, designadamente tendo em vista o cumprimento de critérios aprovados pelas organizações internacionais no domínio da ciência e ao estabelecimento de parcerias com instituições de I&D estrangeiras;

g)   Gestão contabilística e documental de projetos de investigação financiados;

h) Gestão e organização de indicadores, de rankings, de bases de dados e de publicações científicas;

i)   Gestão, acompanhamento e apoio às atividades de grupos de trabalho, consórcios e parcerias, nomeadamente na gestão e acompanhamento das reuniões de trabalho, eventos, preparação de informação de contexto, relatórios de progresso e apresentações;

j)    Apoio à divulgação e disseminação dos resultados científicos junto da comunidade científica e da sociedade civil;

l)   Apoio às demais tarefas administrativas do CIDP, inerentes ao desenvolvimento da atividade científica.

8. Critérios de seleção

Os critérios de seleção são os seguintes:

a) Formação académica em Universidade de referência;

b) Línguas exigidas: (i) Domínio da língua inglesa, falada e escrita; (ii) Valoriza-se o domínio de outras línguas estrangeiras;

c)   Experiência em investigação ou em gestão de ciência e tecnologia: (i) Experiência em funções similares, designadamente em unidades de I&D, ou em projetos de investigação internacionais; (ii) Bom conhecimento da estrutura e programas de financiamento da FCT, do Horizonte 2020 e de outros programas de financiamento nacionais e internacionais para a investigação e ciência;

d) Domínio dos softwares relevantes (designadamente Word, Excel e PowerPoint);

e)   Excelentes capacidades de organização, de resolução de problemas, de gestão de tempo, de gestão de várias tarefas simultâneas, de comunicação e de síntese.

 

9. Métodos de seleção

O processo de seleção terá duas fases: a) Avaliação curricular; e b) Entrevista profissional.

A avaliação curricular resultará da média ponderada das classificações parcelares decorrentes do método de seleção aplicável, numa escala de 0 (zero) a 20 (vinte), sendo determinada através da seguinte fórmula: AC=0,30P1+0,30P2+0,25P3+0,15P4, em que P1=Formação académica, P2=Experiência de gestão de ciência e tecnologia, P3=Plano de trabalhos, P4=Línguas estrangeiras.

Os candidatos que forem classificados com 15 (quinze) ou mais serão convocados, através de correio eletrónico (e-mail), para uma entrevista profissional a ter lugar entre 11 e 20 de junho de 2018.

A classificação final dos candidatos resultará da média ponderada das classificações parcelares decorrentes do método de seleção aplicável, numa escala de 0 (zero) a 20 (vinte), sendo determinada através da seguinte fórmula: CF=0,70AC+0,30EP, em que AC=Avaliação curricular, EP=Entrevista profissional.

 

10. Composição do júri de seleção

O júri responsável pela seleção será constituído por: Prof. Doutor Carlos Blanco de Morais (presidente); Prof. Doutor Rui Tavares Lanceiro; Prof. Doutor João Tiago Silveira; Mestre Tiago Fidalgo de Freitas; Prof. Doutor Miguel Nogueira de Brito (suplente); Dr. Jorge Pação (suplente).

 

11. Forma de publicitação/notificação dos resultados:

O projeto de resultados, para efeitos de audiência prévia, e os resultados finais da avaliação serão notificados aos candidatos por via eletrónica (e-mail). A lista ordenada de classificações por nota final obtida na avaliação será publicada no sítio web do CIDP (www.icjp.pt/cidp). O candidato aprovado será notificado através de correio eletrónico (e-mail).

 

12. Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de email para icjp@fd.ulisboa.pt a partir do dia 21 de maio e até às 18 horas de 5 de junho de 2018 tendo como assunto “CIDP – Candidatura a BGCT”. Os candidatos deverão entregar requerimento de atribuição de bolsa, anexando:

a)   Cópia do documento de identificação, bem como indicação da residência do candidato;

b) Certificado(s) de habilitações académicas, com a média final e classificação obtida;

c)   Plano sumário de trabalhos a desenvolver;

d) Curriculum vitae do candidato;

e)   Documento atualizado comprovativo da situação profissional.

 

13. O CIDP reserva-se o direito de anular o procedimento concursal de atribuição de bolsa.

 

Lisboa, 4 de maio de 2018

A Comissão Coordenadora Científica,

  • Professor Doutor Carlos Blanco de Morais
  • Professora Doutora Maria Luísa Duarte
  • Professor Doutor Miguel Nogueira de Brito
  • Professor Doutor Miguel Assis Raimundo
  • Professor Doutor Luís Pereira Coutinho

 

A CMS Rui Pena & Arnaut, Sociedade de Advogados e o ECO/ADVOCATUS resolveram criar o "Prémio Rui Pena - Direito da Energia" destinado a distinguir anualmente o melhor...

O Centro de Investigação de Direito Público (CIDP) informa advogados, magistrados do ministério público e juizes portugueses que estão abertas candidaturas para os seguintes workshops...

O Instituto de Ciências Jurídico-Políticas (ICJP) da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, celebrou um convénio de colaboração com o Conselho Arbitral do Estado de São...

Aviso de abertura de concurso para atribuição de bolsa de gestão de ciência e tecnologia
 

Resumo do anúncio...

Foi publicada, pela AAFDL Editora, a obra Estudos sobre o Constitucionalismo no Mundo de Língua Portuguesa. Vol. II – Brasil e Portugal, com organização do...

O Fórum Jurídico de Lisboa chega à sua sexta edição em 2018. Organizado pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), pelo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da Faculdade de Direito...

O ICJP-CIDP é coorganizador da Conferência Law-Making in multi-level settings: federalism, Europe, and beyond, conjuntamente com a International Association of Legislation, o Interuniversitair...

                Decorreu, nos dias 15 e 16 de março, o Congresso Ibérico de Direito do Urbanismo na Faculdade de Direito de Lisboa, apoiado pelo Instituto de Ciências Jurídico-Políticas da...

O projeto de investigação Regras Comuns de Legística nos Estados e Regiões Lusófonas, desenvolvido pelo Centro de Investigação de Direito Público (CIDP), está a promover um Ciclo de...

Páginas

black